Ir para conteúdo

Filarmónicas Lab: Herman José e Banda Musical de Pinheiro de Ázere em espetáculo memorável

Filarmónicas Lab: Herman José e Banda Musical de Pinheiro de Ázere em espetáculo memorável

12 out '21
Cultura

'Serafim Saudade', 'Estebes',' Sr. Feliz e Sr. Contente',  entre tantas  outras personagens do histórico e inigualável Herman José passaram, na noite de 10 de outubro,  pelo palco da Casa da Cultura, num espetáculo memorável, que teve como co-protagonistas os  executantes da Banda Musical de Pinheiro de Ázere.  Com o apoio do Município de Santa Comba Dão, o evento - enquadrado no projeto “Filarmónicas Lab” -  foi produzido pela Associação de Música e Artes do Dão (AMAD), no âmbito da Programação Cultural em Rede Viseu Dão Lafões.

Sob a batuta do maestro José Pedro Figueiredo, viveram-se, em palco, momentos leves e descontraídos, com  orquestrações de excelência a sugerir o glamour dos anos 50, que casaram na perfeição com o "show" do Herman. O "verdadeiro artista" - ator, humorista e entertainer -  voltou a fazer rir a plateia do princípio ao fim, três anos depois de ter protagonizado o espetáculo de encerramento do 10.º aniversário do Conservatório de Música e Artes do Dão (CMAD).

O  espetáculo conjugou música e fabulosos  momentos de humor que funcionaram quase como um toque de magia, fazendo cair uma generosa  dose de descontração, que -  por uma hora - fez esquecer  os meses angustiantes vividos  durante a pandemia.

A passagem dos anos muniu Herman José de várias histórias e experiências, que lhe permitiram brincar com a perda capilar e até de faculdades mentais,  com colegas de profissão, com reconhecidos futebolistas, escritores e cantores, com os espetáculos pela província no pós 25 de abril e com um rol de situações que levaram o público às lágrimas. Um público que ficou maravilhado com a comicidade, capacidade de improviso e de imitação do entertainer. Do cardápio musical foram partilhados temas que marcaram uma longa e reconhecida carreira, como “És tão Boa”, “Amanhã Faço Dieta”,  “Bamos Lá Cambada”, e o tema que dá nome à personagem - também ele entertainer e cantor - “Serafim Saudade”.

Herman José dedicou o espetáculo ao mentor do CMAD -  o saudoso Paulo Gomes, deixando uma nota de agradecimento aos músicos da Banda de Pinheiro  e ao coro constituído por cantores do CMAD, que com ele partilharam o palco. 

No final, músicos, cantores e a figura de cartaz foram ovacionados em pé pelo público, que encheu completamente a Casa da Cultura. E a expressão "já estávamos com saudades disto" foi ouvida várias vezes no rescaldo do momento.

Além de Santa Comba Dão estiveram ainda enquadradas neste Filármónicas Lab - promovido pelos Municípios da CIM -  concertos com bandas de Viseu, Tondela, Castro Daire e Carregal do Sal, faltando ainda a realização do espetáculo, no dia 16, em Nelas.