Ir para conteúdo

"Histórias em Dó Maior" levam música e alegria a mais de uma centena de  utentes de instituições do concelho e região

"Histórias em Dó Maior" levam música e alegria a mais de uma centena de utentes de instituições do concelho e região

22 out '21
Cultura

Mais de uma centena de pessoas assistiu, no dia 22 de outubro,  à apresentação do espetáculo "Histórias de Vida em Dó Maior", que reuniu utentes e colaboradores da APPACDM, de Vila Pouca e Viseu,   de lares e centros de dia do concelho - Resivida, São Joaninho, São João de Areias, Pinheiro de Ázere e Couto do Mosteiro - e alunos da Universidade Sénior.

Inicialmente agendada para o dia 1 de outubro e posteriormente adiada, a  iniciativa -   promovida pelo Município, através da Biblioteca Municipal - teve como objetivo de assinalar o Dia Internacional das Pessoas Idosas e o Dia Mundial da Música.

As  atrizes Ana Esteves e Lúcia Barbosa foram as protagonistas da  apresentação, em que a história da Carochinha - o conto tradicional português bem conhecido de todos - foi animado e musicado com originalidade, numa iniciativa promotora do livro e da leitura e geradora de interação com o público.  Aos vários desafios que foram sendo colocados, a assistência respondeu com entusiasmo e alegria, não faltando, no final, um baile bem animado. Isto porque o João Ratão - apesar de ter caído no caldeirão - foi  salvo por um rei que estava de passagem, já  depois de ter saboreado o conteúdo (morno) da panela.

Viveu-se, sobretudo,  uma animada jornada , ao longo da qual foram criadas  boas recordações e momentos de confraternização e alegria, num  "mundo mágico" em que todos puderam participar.

As boas vindas a todos os participantes foram dadas pela vereadora Carla Cunha, que expressou alegria ao ver a adesão das instituições a esta iniciativa. Também a coordenadora da Biblioteca, Elisabete Almeida, demonstrou satisfação pela presença significativa de público, enquadrando a iniciativa na celebração das duas  datas temáticas.

No final, foi exibido um vídeo em que a autora Maria Manuel Silva - professora aposentada e escritora - partilhou com o público alguns poemas e pensamentos sobre as várias etapas da vida, apelando a todos que envelheçam de forma positiva, deixando - tal como a rosa - o seu perfume no mundo.