Ir para conteúdo

O regresso ansiado das marchas populares ao concelho

O regresso ansiado das marchas populares ao concelho

20 jun '22
Comunidade

Uma verdadeira multidão recebeu, na noite de 18 de junho, as marchas populares de Santa Comba Dão, que após dois anos de paragem regressaram com energia e alegria renovadas, numa celebração  das tradições, da união da comunidade  e  da autenticidade da nossa gente.

Neste evento com fortes raízes populares não faltaram as tasquinhas com caldo verde, sardinhas, papas e outras iguarias, que reconfortaram  todos aqueles  que celebraram os Santos e as tradições locais. As protagonistas da noite foram, por ordem de atuação, as marchas infantil de Pinheiro de Ázere, de Santa Comba Dão e Couto do Mosteiro, de Óvoa e Vimieiro, São João de Areias, Pinheiro de Ázere (adultos) e Tuna de Santo Estêvão.

A apresentação esteve a cargo de  Martim Coelho, que conduziu o espetáculo, dando a conhecer as diferentes composições, que ajudaram a aquecer uma noite de junho particularmente fria. Em palco, foram alternando os cantores das diferentes marchas participantes, com a participação da Tuna de Santo Estêvão,  e os músicos das três Filarmónicas do concelho: Santa Comba Dão, Pinheiro de Ázere e São João de Areias.

A preceder o espetáculo, o presidente da Câmara Municipal de Santa Comba Dão, Leonel Gouveia,  saudou os participantes e o público. Dirigiu  uma palavra de agradecimento a todos os envolvidos, deixando uma nota especial de  aos marchantes que fizeram acontecer  este espetáculo,  destacando as dificuldades atuais que existem na reunião de voluntários e participantes.

Salientou ainda que este foi um regresso ansiado, que contou com a organização do Município, com a União de Freguesia (UF) de Santa Comba Dão e Couto do Mosteiro, UF de  Óvoa e Vimieiro, Junta de Freguesia (JF) de Pinheiro de Ázere e JF de São João de Areias e Tuna de Santo Estêvão. Com a coreografia das ensaiadoras  Lúcia Matos e Marisa Cordeiro, a marcha infantil / juvenil de Pinheiro de Ázere" foi a primeira a atuar, enquadrando 45 marchantes. " "Garraiadas e Touradas"   foi o tema apresentado, retratando "um pouco das tradições dos anos 80, que decorreram nesta freguesia, tendo - à época - Pinheiro de Ázere recebido nomes como os cavaleiros Sónia Matias e Joaquim Bastinhas.


Seguiu-se a atuação da Marcha popular da UF de Santa Comba Dão e Couto do Mosteiro, que teve como tema "Lavadeiras da Ribeira". Apadrinhada pela estimada centenária e antiga comerciante Cecília Ferreira da Veiga e pelo bairrista e apaixonado pelas marchas populares, Horácio Alves Ferreira,   a marcha reuniu 40 marchantes, ensaiados por David Marcelino Ferreira, que também foi responsável pela cenografia, coreografia e  letra da marcha.

"José Rui Ferrador" foi o tema da composição da Marcha de Óvoa e Vimieiro, numa homenagem sentida ao antigo presidente da Junta de Freguesia, um apaixonado pelas tradições  e marchas populares . Paula Correia e Sílvio Simões foram padrinhos desta marcha, que reuniu 46 marchantes, sendo o ensaiador e coreógrafo Hélder Onofre.

"A Marcha da Vila " - numa celebração dos 25 anos de elevação a vila -  foi apresentada por São João de Areias, que trouxe 46 marchantes adultos e crianças. Ensaiados por Carla Rodrigues, os marchantes, apadrinhados por Irene Correia e pelo pároco Carlos Rodrigues,  desfilaram e atuaram ao som de um tema de Carlos Miranda, com arranjos musicais de Rafael Campos. 

 A Marcha de Pinheiro de Ázere reuniu 41 marchantes foliões, que saíram à rua com o tema "Gentes de Pinheiro de Ázere". Com letra de Maria da Luz Castanheira e música de Ilídio Gomes, esta marcha teve como coreógrafa e ensaiadora Marisa Cordeiro, sendo uma organização de Ana Lúcia Dias, Paulo Matos e Marisa Cordeiro.

"Flores e Alegria" foi o tema da última marcha a atuar - a Tuna de Santo Estevão, que representou dois bairros da cidade: Santo Estêvão e Serrado  Apadrinhada por Rafaela Costa e João Santos, os  marchantes foram ensaiados por Henrique Costa, tendo a marcha letra e arranjo de Joana Branquinho e Inês Lopes.

Depois de Santa Comba Dão, as marchas rumaram  em Óvoa, a 19 de junho, num evento marcado  pela alegria, partilha e pela presença de muito público. No próximo fim-de-semana, as marchas atuam, a 24 e 25 de junho, às 21H00, em São João de Areias (adro da igreja) e Pinheiro de Ázere (Campo de futebol de salão). Vivam as marchas!