Ir para conteúdo

Nagozela

Nagozela teve as suas origens junto às margens de um curso de água. Uma ribeira de caudal permanente atravessa-a, auxiliando a irrigação das terras junto dela.

A origem da aldeia remonta de um casal de donatários, Gundissalvo Moniz e Mumadona com uma vasta riqueza territorial nas quais constava Nagozela. Esta foi doada ao Mosteiro de Lorvão em 981 pelo casal, para absolvição dos seus pecados. Nesta altura Nagozela era conhecida como Nagoselo.

Posteriormente, Nagozela passou para o bispado de Coimbra por D. Henrique e D. Teresa, corria o ano de 1109. Julga-se que esta região esteve alguns anos sob domínio mouro até 1143 uma vez que D. Henrique em deslocação das cortes de Lamego para Coimbra passou por Nagozela e sabendo da presença mourisca, teve a hombridade de os expulsar.

Ao longo do tempo Nagozela sofreu mudanças administrativas. Até 1849 fez parte do concelho de Treixedo; no ano seguinte anexou-se à freguesia de Vila Nova da Rainha, atualmente freguesia do concelho de Tondela e passados aproximadamente trinta anos volta a fazer parte da freguesia de Treixedo.

De entre o património arquitetónico, destaca-se principalmente o de cariz religioso, como as capelas de Santo Estêvão e de Nossa Senhora da Conceição.