Ir para conteúdo

Notícias

Sem resultados a apresentar
"Histórias em Dó Maior" levam música e alegria a mais de uma centena de  utentes de instituições do concelho e região
22 out '21
Cultura
"Histórias em Dó Maior" levam música e alegria a mais de uma centena de utentes de instituições do concelho e região

Mais de uma centena de pessoas assistiu, no dia 22 de outubro,  à apresentação do espetáculo "Histórias de Vida em Dó Maior", que reuniu utentes e colaboradores da APPACDM, de Vila Pouca e Viseu,   de lares e centros de dia do concelho - Resivida, São Joaninho, São João de Areias, Pinheiro de Ázere e Couto do Mosteiro - e alunos da Universidade Sénior.

Inicialmente agendada para o dia 1 de outubro e posteriormente adiada, a  iniciativa -   promovida pelo Município, através da Biblioteca Municipal - teve como objetivo de assinalar o Dia Internacional das Pessoas Idosas e o Dia Mundial da Música.

As  atrizes Ana Esteves e Lúcia Barbosa foram as protagonistas da  apresentação, em que a história da Carochinha - o conto tradicional português bem conhecido de todos - foi animado e musicado com originalidade, numa iniciativa promotora do livro e da leitura e geradora de interação com o público.  Aos vários desafios que foram sendo colocados, a assistência respondeu com entusiasmo e alegria, não faltando, no final, um baile bem animado. Isto porque o João Ratão - apesar de ter caído no caldeirão - foi  salvo por um rei que estava de passagem, já  depois de ter saboreado o conteúdo (morno) da panela.

Viveu-se, sobretudo,  uma animada jornada , ao longo da qual foram criadas  boas recordações e momentos de confraternização e alegria, num  "mundo mágico" em que todos puderam participar.

As boas vindas a todos os participantes foram dadas pela vereadora Carla Cunha, que expressou alegria ao ver a adesão das instituições a esta iniciativa. Também a coordenadora da Biblioteca, Elisabete Almeida, demonstrou satisfação pela presença significativa de público, enquadrando a iniciativa na celebração das duas  datas temáticas.

No final, foi exibido um vídeo em que a autora Maria Manuel Silva - professora aposentada e escritora - partilhou com o público alguns poemas e pensamentos sobre as várias etapas da vida, apelando a todos que envelheçam de forma positiva, deixando - tal como a rosa - o seu perfume no mundo.

                                                                                                  

 

Ler mais
Celebração do 118.º aniversário da Banda Musical de Pinheiro de Ázere
18 out '21
Cultura
Celebração do 118.º aniversário da Banda Musical de Pinheiro de Ázere
 
O 118.º aniversário da Banda Musical de Pinheiro de Ázere (BMPA) - Sociedade Filarmónica Lealdade Pinheirense - foi assinalado no passado domingo, 17 de outubro, com um amplo programa comemorativo, que envolveu músicos, direção, comunidade e convidados, numa celebração conjunta e partilhada.
 
A agenda contemplou uma missa em homenagem a todos os músicos, dirigentes e sócios já falecidos, seguida de uma romagem ao cemitério e do hastear da bandeira na sede da Banda. Após um almoço convívio, teve lugar um dos momentos altos da agenda - um concerto comemorativa dedicado a todos aqueles que integraram a Banda e aos que dela ainda fazem parte.
 
No final do concerto, o Presidente da Filarmónica, André Figueiredo, agradeceu a presença do público e o apoio que a banda recebe, diariamente, dos seus amigos e simpatizantes, aproveitando, também, para elogiar o trabalho e agradecer a toda a direção, músicos e maestro.
 
O presidente da Junta de Freguesia , João Pedro Pinto e a vice-presidente da Câmara Municipal, Catarina Costa - que acompanhou, na celebração, o presidente da Câmara, Leonel Gouveia - dirigiram, igualmente, algumas palavras à BMPA e pinheirenses , tendo felicitado a banda pelos 118 anos de historia e expressado o orgulho que têm nesta instituição. Ambos mostraram, uma vez mais, a disponibilidade para apoiar a Banda Filarmónica no desenrolar da sua atividade.
 
A festa comemorativa do aniversário encerrou com a tradicional entoação dos 'Parabéns" e corte do bolo.

 

Ler mais
Filarmónicas Lab: Herman José e Banda Musical de Pinheiro de Ázere em espetáculo memorável
12 out '21
Cultura
Filarmónicas Lab: Herman José e Banda Musical de Pinheiro de Ázere em espetáculo memorável

'Serafim Saudade', 'Estebes',' Sr. Feliz e Sr. Contente',  entre tantas  outras personagens do histórico e inigualável Herman José passaram, na noite de 10 de outubro,  pelo palco da Casa da Cultura, num espetáculo memorável, que teve como co-protagonistas os  executantes da Banda Musical de Pinheiro de Ázere.  Com o apoio do Município de Santa Comba Dão, o evento - enquadrado no projeto “Filarmónicas Lab” -  foi produzido pela Associação de Música e Artes do Dão (AMAD), no âmbito da Programação Cultural em Rede Viseu Dão Lafões.

Sob a batuta do maestro José Pedro Figueiredo, viveram-se, em palco, momentos leves e descontraídos, com  orquestrações de excelência a sugerir o glamour dos anos 50, que casaram na perfeição com o "show" do Herman. O "verdadeiro artista" - ator, humorista e entertainer -  voltou a fazer rir a plateia do princípio ao fim, três anos depois de ter protagonizado o espetáculo de encerramento do 10.º aniversário do Conservatório de Música e Artes do Dão (CMAD).

O  espetáculo conjugou música e fabulosos  momentos de humor que funcionaram quase como um toque de magia, fazendo cair uma generosa  dose de descontração, que -  por uma hora - fez esquecer  os meses angustiantes vividos  durante a pandemia.

A passagem dos anos muniu Herman José de várias histórias e experiências, que lhe permitiram brincar com a perda capilar e até de faculdades mentais,  com colegas de profissão, com reconhecidos futebolistas, escritores e cantores, com os espetáculos pela província no pós 25 de abril e com um rol de situações que levaram o público às lágrimas. Um público que ficou maravilhado com a comicidade, capacidade de improviso e de imitação do entertainer. Do cardápio musical foram partilhados temas que marcaram uma longa e reconhecida carreira, como “És tão Boa”, “Amanhã Faço Dieta”,  “Bamos Lá Cambada”, e o tema que dá nome à personagem - também ele entertainer e cantor - “Serafim Saudade”.

Herman José dedicou o espetáculo ao mentor do CMAD -  o saudoso Paulo Gomes, deixando uma nota de agradecimento aos músicos da Banda de Pinheiro  e ao coro constituído por cantores do CMAD, que com ele partilharam o palco. 

No final, músicos, cantores e a figura de cartaz foram ovacionados em pé pelo público, que encheu completamente a Casa da Cultura. E a expressão "já estávamos com saudades disto" foi ouvida várias vezes no rescaldo do momento.

Além de Santa Comba Dão estiveram ainda enquadradas neste Filármónicas Lab - promovido pelos Municípios da CIM -  concertos com bandas de Viseu, Tondela, Castro Daire e Carregal do Sal, faltando ainda a realização do espetáculo, no dia 16, em Nelas.

 

Ler mais
Casa da Cultura é Sala de Espetáculos credenciada na Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses
12 out '21
Cultura
Casa da Cultura é Sala de Espetáculos credenciada na Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses

A candidatura do Município de Santa Comba Dão à credenciação da Casa da Cultura na Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP) foi objeto de aprovação no passado mês de setembro.

Em termos práticos, e entre outras dimensões, esta credenciação significa que a Casa da Cultura – a par de 81 entidades artísticas, de norte a sul do país – vai passar a funcionar em em rede em prol de uma oferta cultural de qualidade e diversificada.

Enquanto instrumento estratégico fundamental de combate às assimetrias regionais, a RTCP visa o fomento de coesão territorial no acesso à cultura e artes em Portugal, assente na descentralização e na responsabilidade partilhada do Estado central com as autarquias e entidades independentes.


Ler mais
Apresentação do livro "Gentes da Minha Terra"
11 out '21
Cultura
Apresentação do livro "Gentes da Minha Terra"

Sobre o passado e presente das aldeias de Treixedo, Nagozela, Póvoa de João Dias e Granjal, o livro “Gentes da minha terra" - da autoria de Joana Brinca - foi apresentado, publicamente, nos dias 5 e 10 de outubro, nas duas povoações que dão nome à União de Freguesias (UF), Treixedo e Nagozela.

Trata-se de uma obra que resulta de contributos dos habitantes destas localidades, que responderam ao desafio lançado pela UF, recolhendo e transmitindo elementos referentes à história de cada aldeia, às suas tradições e costumes, tendo em vista a recuperação da memória das povoações e da sua gente.

Elaborada em estreita articulação coma UF, a obra teve a colaboração de Pedro Brinca e Domingos Lobo, entre tantos outros que ajudaram a construir um livro único, que detém um forte cunho comunitário.

A edição coube ao Município da Santa Comba Dão - representado nas duas sessões de apresentação pelo presidente da Câmara Leonel Gouveia, que enalteceu esta iniciativa relevante para a preservação da história e memória da comunidades.

Registo ainda para as presenças do presidente da UF, Domingos Costa, de  outros membros da UF e do padre Virgílio Rodrigues.

Ao longo das apresentações foram, igualmene, partilhadas com a assistência várias notas sobre esta obra, tendo ainda havido lugar a sessões de  autógrafos com a autora.

 


Ler mais
Junto ao pelourinho, no Largo do Município: Concerto da Filarmónica de Santa Comba Dão
11 out '21
Cultura
Junto ao pelourinho, no Largo do Município: Concerto da Filarmónica de Santa Comba Dão
O Largo do Município constituiu o enquadramento perfeito para o concerto comemorativo da implantação da República, protagonizado pela Filarmónica de Santa Comba Dão (FSCD) e integrado na iniciativa nacional Festival Música e Monumentos, promovida pela Confederação Musical Portuguesa. Recorde-se que o espetáculo - inicialmente marcado para o 5 de outubro - teve de ser reagendado para o passado domingo, devido às condições atmosféricas instáveis que se fizerem sentir no dia comemorativo.
 
Neste evento, marcado pela homenagem a João Silva, fez-se um minuto de silêncio em memória ao histórico e carismático executante da Banda, tendo-lhe, ainda, sido dedicado o paso doble 'Colete Encarnado', pelo maestro Leandro Alves.
 
Para a história do concerto fica também a brilhante execução das peças 'Pratos do Mestre Elói', 'Lisboa à Noite' e 'Parabéns', num momento evocativo e de celebração do 201.º aniversário da FSCD.
 
Registo para a presença nesta iniciativa - que teve um excelente acolhimento por parte do público - dos presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Leonel Gouveia e César Branquinho, do vice-presidente, Joaquim Agostinho Marques, e de membros da Direção da FSCD.
 
 
Fotos: Vítor Corveira

 

Ler mais
Ensaio aberto da Filarmónica de Santa Comba Dão
7 out '21
Cultura
Ensaio aberto da Filarmónica de Santa Comba Dão
No dia 5 de outubro, a sede da Filarmónica de Santa Comba Dão (FSCD) recebeu um ensaio aberto da Banda, uma vez que as condições atmosféricas não permitiram a realização do concerto comemorativo da implantação da república, programado para o Largo do Município, junto do pelourinho.
 
"Pratos do Mestre Elói", "The witch and the saint", "Colete Encarnado" e "The phantom of the opera" foram os temas escolhidos para uma tarde, em que foi registada uma significativa adesão de público. Extra programa, a Banda - dirigida pelo maestro Leandro Alves - partilhou ainda os temas "Parabéns!" - a propósito do 201.º aniversário da Filarmónica - e "Lisboa à noite".
 
Antes do ensaio, o presidente da Direção da Filarmónica, Daniel Coelho, dirigiu algumas palavras aos presentes, justificando a alteração de agenda do evento. Cumprimentou, ainda, toda a assistência, com uma referência à presença do presidente e vice-presidente da Câmara Municipal, bem como dos presidentes da Assembleia e do Conselho Fiscal da FSCD.
 
O concerto oficial foi já reagendado para o dia 10 de outubro, às 10H45, sendo que, decerto, vai marcar pela qualidade musical. Esta é uma iniciativa inserida no Festival Música e Monumentos (FMM) - promovido pela Confederação Musical Portuguesa, - e também no programa comemorativo dos 201.º aniversário da Banda.
O FMM traduz-se num evento nacional, em que as bandas filarmónicas atuam de forma descentralizada em monumentos e sítios históricos do país, de forma a comemorar o 111.º aniversário da república.

 

Ler mais
Em outubro e novembro: Biblioteca Municipal recebe mais de  80 desenhos  do International School Cartoon Festival
23 set '21
Cultura
Em outubro e novembro: Biblioteca Municipal recebe mais de 80 desenhos do International School Cartoon Festival

A "Alimentação" dá o mote à exposição da III edição do International School Cartoon Festival (ISCF)  que a Biblioteca Municipal Alves Mateus vai receber entre os dias  1 de outubro a 30 de novembro.

De visita obrigatória, a mostra resulta de uma parceria estabelecida entre a Rede de Bibliotecas de Santa Comba Dão (Agrupamento de Escolas e Município) com Ricardo Ferreira,  cartoonista e professor da  Escola Secundária de Molelos (Agrupamento de Escolas Cândido Figueiredo - Tondela) - que constitui a entidade promotora deste festival anual e internacional de cartoons. Ao todo, são 86 desenhos assinados por alunos e por outros autores provenientes de 19 países: Portugal, China, Sérvia, Lituânia, México, Costa Rica, Peru, Irão, Colômbia, Itália, Uzbequistão, Brasil, Bélgica, Cuba, Índia, Polónia, Turquia, Rússia e Egipto

Para o professor Ricardo Ferreira, o grande objetivo “é que cada criança, esteja onde estiver, num país rico ou num país pobre, em paz ou em guerra, longe ou perto, a partir das circunstâncias em que viva, tenha a possibilidade de mostrar o seu juízo crítico alertando para as condições onde e como “viva”, dar a conhecer a sua cultura, as suas tradições, o seu grito de alerta, ou simplesmente, mostrar a arte”.

Para o público em geral e  especialmente direcionada a  estudantes, com idades compreendidas entre os 12 e os 15 anos, a exposição revela vários olhares críticos sobre o tema "Alimentação", associando-o, em vários desenhos, a problemas sociais, económicos e ambientais,  como a pobreza e o desperdício alimentar. A mostra pode ser visitada   de segunda-feira a sexta-feira das 09H30 às 17H00.




 

Ler mais
Leitura de “Histórias à Sombra de uma Folha” no Dia Internacional da Literacia
8 set '21
Cultura
Leitura de “Histórias à Sombra de uma Folha” no Dia Internacional da Literacia

No Dia Internacional da Literacia - 8 de setembro - divulgamos “Ler Histórias à Sombra de uma Folha", coorganizada em parceria com Amaro Figueiredo da folha literária “Texto Morto não mete Medo”.

A iniciativa conta com os contributos de utentes de lares e centros de dia, que partilham a leitura de textos de diversos autores, publicados ao longo das várias edições da folha literária: Santa Casa da Misericórdia, Centro Social e Paroquial de Couto de Mosteiro, Centro de Bem Estar Social Prof. Oliveira Costa, Centro Social e Paroquial de S. João de Areias e Lar de Idosos Resivida.

Na atividade  valoriza-se, sobretudo, a importância da literacia, enquanto “capacidade de ler e escrever" para todas as pessoas (e ao longo dos diferentes estádios da vida) e sociedades.

A par deste objetivo, destaca-se a relevância para o território da folha literária “Texto Morto não Mete Medo” , que através da reunião e valorização do trabalho de autores locais, tem vindo a deixar uma forte marca na cultura do concelho.

 

ASSISTA AO VÍDEO.

Ler mais
Na Biblioteca Municipal: Umas férias diferentes e divertidas
21 jul '21
Cultura
Na Biblioteca Municipal: Umas férias diferentes e divertidas

O  Município deu continuidade ao projeto Juntos de Férias de Verão na Biblioteca Municipal, envolvendo na semana de 12 a 16 de julho, um grupo de  crianças dos 3 aos 9 anos,  que participou num  amplo conjunto de iniciativas de ocupação dos tempos livres, centrado na promoção do livro e da leitura.

Ao longo da semana, explorou-se o potencial lúdico-educativo dos livros, trabalhando-se, diariamente, histórias infanto-juvenis, que deram  mote  a  diferentes atividades de expressão plástica, dramática, motora e musical.  A agenda incluiu ainda oficinas de leitura e a exibição de filmes. Destaque para a  oficina infantil de Jardins e Arranjo Floral, promovida por Amaro Figueiredo, que constituiu um dos pontos altos do programa de atividades, traduzindo-se num momento muito  enriquecedor para todos os participantes.


A par da promoção da leitura, este calendário e ocupação de tempos livres  visou, de igual modo, promover o convívio e  novas aprendizagens,  bem como propiciar  momentos de partilha entre os participantes.

Ler mais
Momentos mágicos e introspetivos no espetáculo "Le Magicien"
13 jul '21
Cultura
Momentos mágicos e introspetivos no espetáculo "Le Magicien"

No âmbito da Rede Cultural Viseu Dão Lafões, Santa Comba Dão recebeu na passada sexta-feira, 9 de julho, o espetáculo Le Magicien, que propiciou uma experiência de ilusão com o conhecido ilusionista e performer Zé Mágico.

Em frente ao edifício dos Paços do Concelho foi instalado um cenário intimista e reservado, com uma iluminação propícia à reflexão e introspeção. Mediante inscrição, os participantes foram "atendidos" individualmente e viram a magia acontecer nos papéis onde revelaram as suas escolhas de vida.

Ilusão, mistério, mas também reflexão e descoberta foram algumas das palavras usadas para descrever este espetáculo que não deixou ninguém indiferente, e que vai percorrer vários palcos da região, no âmbito da programação da Rede Cultural, que está a ser promovida, entre julho e setembro, pela Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões.

A sinopse do espetáculo “Le Magicien” reporta à história de um ilusionista, artista em vias de extinção, que ruma às aldeias com o seu espetáculo a solo, na esperança de recuperar a glória de outros tempos. "Longe da grandiosidade das grandes tendas de circo que outrora o acolhiam, sem dispor dos fatos requintados e adereços de última geração a que estava habituado, agora só há uma coisa com que pode contar: o seu talento! Se este não o trair, o destino encarrega-se de colocar no seu caminho as pessoas certas que darão outra magia à sua vida". O responsável pela dramaturgia e pela criação é o próprio ilusionista José Pereira.

 

Ler mais